Botswana

Dados Estatísticos

 
Capital: Gaberone
Idioma: ingles  e setswana
Moeda: Pula

Precisa visto para brasileiros: NAO

Quantas vezes eu fui : 1

CURIOSIDADES

4.3/5

É um país sem costa marítima da África Austral. Teve sua independência da Inglaterra em 1966, era um protetorado britânico. Após sua independência teve um crescimento econômico  muito rápido. Apesar desse crescimento tem e de sua estabilidade econômica é um dos países mais atingidos pela epidemia de HIV . Cerca de 60% da população é cristã. Tem governo Presidencialista.

O Que Mais Vale a Pena

Fazer um Safári no Parque Nacional de Chobe sem dúvida é sensacional e foi a melhor parte d viagem! Dormir dentro do Parque onde há um Lodge ou campings moveis. Não existe isolamento dos animais e a ausência de cercas proporcionam uma adrenalina indiscutível! Foi possível ver todos os BIG FIVE ! A região é mioto bonita tem muita área verde e vê-se muitos Baobás> Que nos reportam ao Pequeno Príncipe de Saint Exupery ! Fazer um pequeno cruzeiro no Rio Chobe também é muito interessante pois a medida que vamos deslizando pelas águas calmas e azuis do Rio Chobe vamos passando por hipopótamos , búfalos, elefantes e uma variedade incrível de antílopes!Este rio faz a divisa entre a Botswana e a Namíbia.

Como Foi A Viagem

Cidades visitadas

  • Kasane
  • Parque Nacional de Chobe

Foi uma viagem muito interessante e com bastante adrenalina , uma vez que passei a noite no camping.  Não é uma coisa que eu faça com frequência , ou melhor raramente. Foi emocionante  pensar que durante a noite poderia receber a visita de leões ou búfalos ,uma vez que nao existem cercas. A primeira instrução foi:” não acender a luz dentro da barraca durante a noite”. Pegamos um temporal dentro do parque que foi impressionante, as estradas transformaram-se em rios dentro do parque e de certa forma facilitou  encontrar muitos animais que  vinham beber água nas lagoas formadas pela chuva.

 

Dicas Práticas

É possível chegar de avião às Cataratas de  Victória no Zimbábue e de lá vir de carro até Kasane (apenas 70 km) , embora tenha que atravessar a fronteira e isso implique em algumas horas  parado   fazendo os trâmites burocráticos .Também chegar de avião em Kasane  que é de onde saem os passeios para o Rio Chobe e o Parque Nacional do Chobe (eu fiz este último) . Kasane em si não apresenta muitos atrativos. Creio que a primeira opção apresenta  mais vantagens, ,sem falar que também é possível estender a viagem até o  o Zâmbia que fiquei sabendo depois, oferece belos  safáris. Vacina contra febre amarela é obrigatória e o comprovante é requisitado sempre. Há incidência de malária portando é importante a prevenção  com repelentes  e tomar o antimalárico. O indicado é começar dois dias antes e tomar até uma semana depois de sair do país.

 

TRANSPORTE

Muitas pessoas alugam carros para fazer o safári mas também se perdem muito. O parque é mito grande. O melhor ainda é contratar uma empresas para fazer o safári. Sugiro a www.mojhi.com. Deram uma boa assistência para a aquisição dos passeios.

VISTO

É só preencher um documento na entrada do país.

ROUPAS

Roupas leves e confortáveis  de preferência com mangas para se proteger dos mosquitos. Cores neutras  para os safáris.

COMIDA

Em Kasane não há muitas opões de restaurantes e no camping deixou a desejar.

QUANDO IR

A partir de março até outubro são épocas boas para se ver os animais.

INDO DO AEROPORTO PARA CIDADE

A melhor maneira é pegar um táxi ou reservar com antecedência.

CAMBIO

É melhor fazer logo na chegada no aeroporto.

3.364 Comentários